Busca no site:

Período Presencial do Curso de Mestrado Profissional

Durante o mês de julho, entre os dias 09 a 27 de julho, teremos o período presencial do Curso de Mestrado Profissional stricto sensu em Gestão e Avaliação da Educação Pública – oferecido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e o Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd).

Serão oferecidas disciplinas eletivas em diversas áreas do conhecimento. Por isso, divulgamos o cronograma abaixo para os alunos dos programas de pós – graduação stricto sensu. Os interessados poderão cursar qualquer uma delas como disciplina de um crédito.

As atividades das disciplinas apresentadas a seguir acontecerão no Instituto de Ciências Humanas (ICH-UFJF), das 17h15 às 20 horas.

Semana I – (de 09 a 13 de julho) – de 17h15 às 20 horas

Equalização de Testes de Proficiência

Docente responsável: Wellington Silva – Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd):

A comparação do desempenho de diferentes grupos de estudantes ao longo do tempo é um dos principais objetivos das avaliações educacionais e um dos grandes desafios para a psicometria. Para realizar essa tarefa, utilizamos métodos de equiparação de escores, também denominados métodos de equalização, de forma a manter uma mesma escala de proficiência entre diferentes avaliações.

Introdução a Grupos Focais

Docente responsável: Equipe da Coordenação de Análise e Publicações-Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd):

O Grupo Focal é uma técnica de metodologia qualitativa de pesquisa com a capacidade de evocar uma multiplicidade de perspectivas, processos e atribuições de significado. O curso abrange a elaboração e execução de projetos de pesquisa que utilizam grupos focais como fonte de informação. Abordamos as vantagens e desvantagens dos grupos focais perante outras técnicas de obtenção de informações (observação participante, entrevista em profundidade, questionários survey), os cuidados necessários com a seleção do local e as técnicas de registro das informações do grupo, fatores a se considerar na composição e no planejamento do grupo, o papel do moderador e algumas estratégias úteis para criar e manter uma discussão num grupo focal, bem como aspectos relacionados à qualidade de um grupo focal (nas fases de desenho, preparação, execução e reportagem dos resultados).

Tópicos em Sociologia da Educação: Desigualdade de Oportunidades e Recompensas

Docente responsável: José Alcides – Universidade Federal de Juiz de Fora(UFJF):

Através de quatro (4) seminários, a reflexão teórica relativa às classes sociais é apresentada em interseção com estudos empíricos relativos à estratificação social no Brasil. A partir da reflexão das classes, são estudadas quatro dimensões fundamentais: gênero, cor, renda e educação, sendo esta última analisada de forma específica e também transversal, ou seja, na interação com outras expressões de desigualdade.

Semana II – ( de 16 a 20 de julho) – de 17h15 às 20 horas

Administração Centrada na Escola

Docente responsável: Sérgio Cárdenas Denham – Centro de Investigacion y Docencia Económicas (México):

Análise dos principais achados referentes à implementação de programas educacionais na América Latina baseados na Administração Centrada da Escola, ou Schoolbased Management, bem como as principais lições derivadas dessas experiências e estudos, com o propósito de identificar oportunidades de melhorar a gestão escolar através da criação de condições para impulsionar políticas de planejamento participativo e de devolução de prerrogativas e capacidades decisórias para as comunidades escolares.

Análise de Redes em Políticas Públicas e Gestão Educacional

Docente responsável: Edgar Ramirez -Centro de Investigacion y Docencia Económicas (México):

A análise de redes fornece ferramentas visuais e matemáticas que permitem estudar as estruturas formadas pelas relações ou fluxos de recursos entre pessoas, grupos ou organizações. Particularmente na última década, a análise de redes tem contribuído para a compreensão de fenômenos educacionais como a gestão escolar, uma vez que seus avanços permitem estudar de uma maneira mais sistemática as estruturas de gestão escolar, bem como documentar seus efeitos sobre o desempenho de administradores, docentes e alunos. Além da introdução à teoria e conceitos de redes, o curso inclui uma introdução prática ao uso de um software específico para a produção de gráficos e a análise de redes.

Semana III (de 23 a 27 de julho) – de 17h15 às 20 horas

Introdução à Análise de Dados I

Docente responsável: Clécio Ferreira –Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF):

Introdução à análise de dados educacionais: variáveis e níveis de mensuração, distribuições de frequência, curva normal e escores padronizados. Estatística descritiva: medidas de tendência central e de variabilidade, representação e interpretação de dados em gráficos e tabelas.

Construção de Questionários

Docente responsável: Daniel Brooke – Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd):

Aspectos teóricos e experimentais relacionados à elaboração de itens e de questionários para fins de pesquisa social. Considerações práticas de modelagem, crítica e interpretação dos instrumentos. Aplicação de exercícios visando a reforçar teoria e prática, incluindo a elaboração conjunta de um questionário pelos alunos.

Modelagem Linear Hierárquica (HLM) Aplicada à Educação

Docente responsável: Luis Antônio Fajardo Pontes – Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd):

Introdução: limitações dos métodos clássicos de testagem de significância; conveniência da utilização de métodos de modelagem linear hierárquica em diversos contextos de pesquisa social e educacional. Modelos fundamentais em métodos hierárquicos: modelo plenamente incondicional, o uso de coeficientes aleatórios, exemplos de modelagem de dois níveis. Pré-requisito: Curso de Análise de Dados I ou disciplina de Estatística no nível de graduação em qualquer área.

Interpretação de Escalas de Proficiência

Docente responsável: Lina Kátia Mesquita – Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd):

O uso das escalas de proficiência nas avaliações educacionais em larga escala. Características fundamentais das escalas de proficiência, comparabilidade de resultados, níveis de proficiência. Interpretação pedagógica dos níveis da escala: a associação entre realização e proficiência. Ancoragem de itens. Exercícios de interpretação de itens (Matemática e Língua Portuguesa). Pré-requisito: nenhum.

Outras informações podem ser obtidas com a Secretaria do PPGP pelo telefone (0xx32) 4009-9319.


Criado em: Jun 27 2012 | Categoria: Notícias |

CAEd inicia atividades na nova sede em Juiz de Fora

Coordenadoria de Contratos e Projetos (CCP)

Coordenadoria de Contratos e Projetos (CCP)

O Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF) iniciou a transferência das instalações para a nova sede na Av. Presidente Itamar Franco. No prédio de oito andares, seis serão ocupados pelas equipes que atualmente trabalham na unidade do bairro Teixeiras.

A mudança visa fazer com que o ambiente de trabalho acompanhe o ritmo de expansão dos projetos desenvolvidos pelo CAEd. De acordo com o assistente administrativo Diego Semaan Vaccarini, após a implantação dos cabeamentos de dados e telefonia, luminárias, rede elétrica e mobiliário, passaram a funcionar na nova sede, a partir desta segunda-feira (11), a Coordenadoria de Contratos e Projetos (CCP), a Coordenadoria de Planejamento e Controle (CPC), a coordenação da Unidade Administrativa e a coordenação da Unidade de Avaliação.

Sala do coordenador da Unidade Administrativa, Manuel Palácios

Sala do coordenador da Unidade Administrativa, Manuel Palácios

Ao todo cerca de 25 pessoas estiveram diretamente envolvidas com a primeira fase da transferência, entre funcionários do CAEd e das três empresas contratadas para cuidar do cabeamento de dados, rede elétrica e transporte de mobiliário. “A expectativa é que o processo seja mantido ao longo dos próximos meses, até que toda a infraestrutura esteja acomodada nas novas instalações”, destacou Diego.


Criado em: Jun 12 2012 | Categoria: Notícias |

Banco Mundial apresenta resultados do projeto piloto de educação financeira nas escolas

Educação  Financeira e o Banco Mundial apresentaram resultados da avaliação de impacto de bem estar econômico do projeto piloto de educação financeira nas escolas, que faz parte da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF).

A abertura contou com a participação dos presidentes das principais entidades ligadas ao setor financeiro como a CVM, Febraban, BM&FBOVESPA, Previc, Conef, Banco Central do Brasil, Susep, e Banco Mundial.

A apresentação foi marcada para 11h e conduzida por Manuel Palacios, do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd/UFJF), e Miriam Bruhn, do Banco Mundial. A avaliação identifica o impacto em relação ao conhecimento, às atitudes e decisões financeiras dos alunos e famílias envolvidos no projeto piloto, que teve início em 2010, com estudantes do Ensino Médio.

O evento aconteceu, segunda-feira (11/06), na BM&FBOVESPA, às 9h30.

(Redação – www.ultimoinstante.com.br)


Criado em: Jun 12 2012 | Categoria: Notícias |